segunda-feira, 1 de junho de 2020

MDB terá dificuldades em eleger quadros para a Câmara Municipal de Fortaleza

Presidente do MDB Fortaleza, deputado Walter Cavalcante, acredita que o partido elege três vereadores este ano. Foto: ALECE.
Apesar de suas lideranças estarem confiantes na eleição de mais de um vereador nas eleições municipais em Fortaleza, a situação do MDB, um dos maiores partidos do Brasil em atividade, não é lá das mais favoráveis.

Atualmente com apenas um representante na Câmara Municipal, o partido terá dificuldades para eleger mais de um quadro no pleito que se avizinha.

De acordo com algumas lideranças, nos bastidores da política local, até mesmo o vereador Casimiro Neto, eleito em 2016 com pouco mais de 5 mil votos, corre o risco de não ser reeleito – isso se ele se colocar como candidato, e não passar a apoiar algum correligionário. Durante a “janela partidária”, que se encerrou dia 4 abril deste ano, o emedebista até tentou ingressar em outras legendas, sem sucesso.

Além dele, em 2016, somente a ex-vereadora Magaly Marques também obteve mais de 5 mil votos. Ao todo, o MDB, nesse pleito, conseguiu, com os seus 50 postulantes, acumular 31.896 sufrágios, o que lhe garantiu apenas uma vaga na Casa Legislativa. O partido foi para a disputa isolado, o que deve se repetir nas eleições deste ano, visto que a legislação não permite mais coligações para as disputas proporcionais.

“Gente nova”

Eliane Novais, Willame Correia e Jorge Vieira foram outros candidatos emedebistas que conquistaram mais de 3 mil votos, mas esses não devem fazer parte da chapa do MDB na disputa eleitoral deste ano. Dos 50 candidatos da legenda, em 2016, 17 obtiveram menos de 100 votos, enquanto que dez conseguiram pouco mais que uma centena de sufrágios.

Quando questionado sobre a situação do partido, o presidente municipal da legenda, o deputado estadual Walter Cavalcante, disse apenas que para o pleito deste ano a legenda tem alguns nomes, mas que não poderia antecipar a quantidade ou as figuras que faziam parte da chapa. O dirigente ressaltou que o interesse do MDB seria em “gente nova”, e não queria vereador com mandato. Ficaram com Casimiro Neto.

Candidatura própria

Ao Blog do Edison Silva, Walter Cavalcante disse que a intenção do partido é eleger ao menos três vereadores para a Câmara Municipal de Fortaleza, o que segundo ele, “vai depender de alguns detalhes”. “Só vamos definir isso no momento oportuno. Ainda de acordo com ele, o partido está livre para apoiar qualquer candidatura majoritária, ou até mesmo lançar uma candidatura própria.

O MDB já foi o partido mais poderoso de Fortaleza, tendo conseguido colocar quatro prefeitos na gestão da cidade: Juraci Magalhães (duas vezes), Antônio Cambraia, Ciro Gomes (eleito pela sigla) e Barros Pinho (de julho de 1985 a janeiro de 1986). Atualmente, a relevância da legenda na cidade é mínima.


Blog do Edson Silva 

Nenhum comentário:

Postar um comentário