quarta-feira, 10 de junho de 2020

Juazeiro do Norte precisa aumentar a quantidade de doações de leite materno no município


O Município de Juazeiro do Norte está com baixa nos estoques de leite materno. Nos primeiros quatro meses do ano só alcançou a marca de 218 litros. Esse número precisa aumentar e, para isso, é fundamental que as mães que estão amamentando e podem doar se mobilizem para ajudar os recém-nascidos que estão internados em UTIs por terem nascido prematuros ou com baixo peso.

Essa necessidade em reforçar os estoques do Banco de Leite Humano de Juazeiro do Norte precisa ser feita com urgência, uma vez que o leite materno é o alimento mais segura e mais saudável para essas crianças. Um caso que serve de exemplo é o da Gisele Bortolini, que teve complicações durante a gravidez e sua filha Helena nasceu prematura. Durante a internação, Gisele não teve leite materno suficiente para amamentar e precisou da ajuda dos Bancos de Leite Humano.

“É muito difícil ser mãe de um bebê que fica na UTI, é uma luta diária pela vida e você aprende a viver o presente, o dia de hoje. E depois de um tempo eu não consegui tirar todo o leite materno que ela precisava, eu continuei ordenhando e o que eu não conseguia tive apoio do Banco de Leite Humano. As mães que doaram leite materno ajudaram a recuperar a Helena em uma fase crucial da vida dela.”

De acordo com o pesquisador brasileiro e presidente da Rede Brasileira de Banco de Leite Humano, João Aprígio de Almeida, muitas mães deixam de doar por medo de faltar para seu filho mas muitas mães produzem mais leite que o filho precisa e esse leite excedente pode ajudar outras crianças.

“Nós precisamos contar com outras mães que doem o leite materno excedente, porque esse alimento vai ser direcionado para os bebês que necessitam, que estão com baixo peso ou internado nas UTIs Neonatais.”

O município possui o Banco de Leite Humano de Juazeiro do Norte, no Hospital Maternidade São Lucas, na rua São Benedito. A unidade funciona das 7h da manhã até 17h. Por conta da pandemia do novo coronavírus, antes de se encaminhar para a doação, é preciso realizar um cadastro por telefone, o contato é 2141-0131.

“Doe leite materno. Nessa corrente pela vida, cada gota faz a diferença". Para mais informações, ligue 136 ou acesse o site saude.gov.br/doacaodeleite.

(Janary Bastos/Brasil 61)

Nenhum comentário:

Postar um comentário