segunda-feira, 1 de junho de 2020

Com aglomerações e congestionamentos, confira como está o primeiro dia do período de transição de economia no Ceará


01.06.2020. JUAZEIRO DO NORTE. Centro de Juazeiro do Norte tem aglomerações de pessoas e congestionamentos na reabertura da economia (Foto: Luciano Cesario/ CBN Cariri)
01.06.2020. JUAZEIRO DO NORTE. Centro de Juazeiro do Norte tem aglomerações de pessoas e congestionamentos na reabertura da economia (Foto: Luciano Cesario/ CBN Cariri)
As ruas de Fortaleza e de outros municípios no Ceará amanheceram com registros de aglomerações de pessoas e congestionamentos no primeiro dia do período de transição da reabertura da economia no Estado, nesta segunda-feira, 1º. No Centro da Capital, agentes da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) montaram seis pontos de bloqueio nas vias do local e estão orientando os motoristas.

São eles, na rua Pedro I no cruzamento com a rua Barão do Rio Branco e na rua Assunção; na rua Pedro Pereira com a rua 24 de maio; na rua Senador Pompeu na altura das rua São Paulo e Pedro Pereira e na rua São Paulo no cruzamento da rua Major Facundo. O esquema foi montado para a volta parcial do comércio. 

Nas vias próximas ao local, o trânsito segue congestionado. Na Praça do Ferreira, a circulação de pessoas, especialmente idosos foi intenso. No local foi colocado um posto de higienização das mãos, com uma pia, sabão e álcool em gel. Em outro ponto, na Praça da Lagoinha, entre as avenidas Imperador e Tristão Gonçalves, há concentração de pessoas, algumas sem máscaras, que desrespeitam o distanciamento social.

Em Maracanaú, no 4º Anel Aviário, perto da Central de Abastecimento (Ceasa), houve registro de engarrafamento de até três quilômetros. Na entrada da Pajuçara, foi montado uma barreira sanitária para abordagens à motoristas.

Juazeiro do Norte

No principal ponto comercial de Juazeiro do Norte, a movimentação foi intensa nas primeiras horas da manhã. Há registro de aglomerações nos arredores de agências bancárias. Algumas lojas de confecção e de calçados estavam abertas, o que contraria o plano de retomada da economia. Neste primeiro momento, está permitido apenas o funcionamento de lojas de material de construção, óticas e salões de cabeleireiro, manicure e barbearia. Além de empresas da indústria têxtil, de calçados e da construção civil.

O Estado segue em isolamento social, segundo anúncio do governador Camilo Santana (PT). Em alguns municípios do interior e da Região Metropolitana de Fortaleza, como Camocim, Caucaia, Maracanaú, Itapipoca, Itarema, Acaraú e Sobral, as medidas serão mais rígidas a partir desta segunda-feira 1° até o dia 7 de junho.


  
Com informações dos repórteres Italo Cosme e Luciano Cesario, da Rádio CBN Cariri

Nenhum comentário:

Postar um comentário