terça-feira, 19 de maio de 2020

Segundo IBGE, seis municípios brasileiros alteraram o nome; inclusive um do Ceará

No Ceará, o município de Ererê passa a ser chamado Ereré. Foto: IBGE.
Seis municípios brasileiros alteraram seu nome oficial entre março de 2019 e janeiro de 2020, segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A mudança mais radical ocorreu com o município de Augusto Severo, no Rio Grande do Norte, que passou a se chamar Campo Grande.

Fortaleza do Tabocão, no Tocantins, passou a ser oficialmente denominada apenas como Tabocão.
As outras quatro mudanças envolvem apenas alterações ortográficas:

-Ererê (CE) passa a ser chamado Ereré;
-São Thomé das Letras (MG) passa a ser São Tomé das Letras;
-Xavantes (SP) passa a ser Chavantes,
-Dona Eusébia (MG) passa a ser Dona Euzébia.
Segundo o IBGE, desde 1938 já ocorreram 121 alterações de nome de municípios. A última delas havia ocorrido em 2017, quando São Luís do Paraitinga (SP) trocou o s pelo z e passou a se chamar São Luiz do Paraitinga.

Distritos municipais

O IBGE também atualizou a lista de municípios e seus distritos e subdistritos. Segundo o instituto, o país continua com 5.568 municípios, além do Distrito Federal e de um distrito estadual – Fernando de Noronha, em Pernambuco –, desde 2013.

Mas o número de distritos e subdistritos/regiões administrativas cresceu de 2018 para 2019. No ano passado, foram registrados 111 novos distritos, num total de 10.607 unidades, e três novos subdistritos, num total de 686.

Fonte: Agência Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário