Páginas

Facebook

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Após Amputar Membros, Caririense Morre Na Segunda Vítima Eletrocutada Em Campos Sales.

 


001-1-660x360

Aparecido morreu na Unidade de Queimados do IJF em Fortaleza. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)


Cerca de uma semana depois e novo caso de morte em consequência de descarga elétrica foi registrado na região do Cariri. Nesta quinta-feira morreu na Unidade de Queimados do IJF (Instituto José Frota) em Fortaleza, para onde foi socorrido, o jovem Aparecido Lacerda Silva, de 22 anos, que residia na Rua Cândido Nogueira (Distrito de Carmelópolis) em Campos Sales. Inclusive, já tinha amputado os membros em virtude das condições como ficou após ser eletrocutado.

O caso aconteceu no final da tarde do último dia 16 de setembro naquela localidade quando ele e mais dois montavam uma antena de telefone no telhado de uma casa. O ferro da antena caiu e bateu nos fios da rede de alta tensão eletrocutando os três homens quando Antonio Carlos de Souza, de 29 anos, que também morava naquela rua, teve morte imediata com o corpo todo queimado. Aparecido foi arrastado por populares devidamente protegidos.

Ele estava grudado ao ferro da antena e terminou socorrido em estado grave com queimaduras nos braços e nas pernas ao Hospital Regional do Cariri em Juazeiro, sendo transferido, depois, ao IJF. Outro que os populares conseguiram arrastar foi Danuzio João Duarte, de 45 anos, residente na Rua Virgílio Gomes do mesmo Distrito de Carmelópolis. Este apresentava queimadura na cabeça e ficou apenas em observação no hospital de Campos Sales.

A última morte em consequência de descarga elétrica no Cariri tinha ocorrido na noite do dia 22 de setembro quando o eletricista Danilo José de Alencar, de 32 anos, que residia no bairro São José em Juazeiro, morreu eletrocutado. O fato aconteceu num poste em frente a Aquarela Gráfica e Papelaria na Rua Clóvis Beviláqua perto do cruzamento com a Rua São Pedro no centro da cidade. O mesmo teve contato com a fiação de alta tensão e recebeu a descarga, ficando o rosto carbonizado.

                                    ( Miséria)