Páginas

Facebook

terça-feira, 3 de agosto de 2021

No Ceará, 97% das cidades registraram morte por Covid-19 em todos os meses de 2021.

 





 Apesar da melhora nos indicadores, a pandemia no Ceará ainda não está controlada e segue com dados que sugerem máxima atenção. Dados da Plataforma IntegraSUS mostram que quase todos os municípios do Estado seguem com registros mensais de óbitos por decorrência do vírus SARS-Cov-2.

Das 184 cidades cearenses, 179 tiveram ao menos um registro de óbito por Covid-19 em todos os meses deste ano. Os únicos municípios fora dessa relação são Chaval, Frecheirinha, Graça, Granjeiro e Pires Ferreira. O grupo está há três meses sem registrar mortes.

De acordo com o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Consems), embora os números sejam favoráveis e mostrem uma situação bem melhor, o Conselho tem dialogado com os municípios para que os gestores mantenham todas as ações. A orientação aos  gestores é que se mantenha, periodicamente, ações como fiscalização, no intuito de conter aglomerações, e monitoramento de novos casos e pacientes suspeitos, para que seja feito uma barreira sanitárias nas zonas onde há ainda infecções pela Covid-19.

Além disso, o incentivo à imunização é uma das medidas mais  orientadas, principalmente após a confirmação de casos da variante Delta no Ceará. Estudos apontam que todos os imunizantes têm demonstrado eficácia contra a Delta em diferentes níveis até agora. Até o momento, já foram aplicadas 5.435.967 doses no Ceará. Deste total, 3.829.128 diz respeito à primeira dose, 1.460.238 à segunda dose e 147.601 cearenses tomaram a dose única.