Páginas

Facebook

quarta-feira, 7 de julho de 2021

Presidente da Câmara Federal descarta processo de impeachment contra Bolsonaro.

 





lira-1-570x341

Arthur Lira não vê razões que justifiquem. Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom.



O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP/AL), afirmou que não vê razões para abrir um processo de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro neste momento. Segundo ele, é preciso aguardar novos acontecimentos, e não há até agora nenhum fato novo que justifique a abertura do processo.

Lira concedeu entrevista à Rádio Jovem Pan nesta terça-feira (06/7). Ele foi questionado se as denúncias de suposta prevaricação de Bolsonaro em acordo de compra superfaturada de vacinas pelo Ministério da Saúde e denúncias envolvendo o presidente quando foi deputado, no chamado esquema de “rachadinhas”, seriam motivos para abrir um processo.

O parlamentar destacou que a CPI da Covid, em funcionamento no Senado, está investigando algumas dessas denúncias e lembrou que há também um inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo o presidente da Câmara, um impeachment neste momento traria instabilidade ao País.

“Não podemos institucionalizar o impeachment no Brasil. Não podemos instabilizar o Brasil a cada presidente eleito. As eleições são feitas de quatro em quatro anos para escolher o presidente”, disse. “Nesta situação, o que a CPI está trazendo são depoimentos, que trouxeram uma realidade que está sendo investigada. O inquérito no STF está tendo andamento normal, sem açodamento. Neste momento, a presidência da Câmara tem o papel de atuar com imparcialidade e neutralidade”, acrescentou Lira.

Fonte: Agência Câmara.