Páginas

Facebook

sexta-feira, 21 de maio de 2021

DOCUMENTÁRIO "MONSTROS DO BARRO VERMELHO" PROCURA REFORÇAR AS TESES CIENTÍFICAS DA PRESENÇA DOS ANIMAIS GIGANTES DA MEGAFAUNA" NO MUNICÍPIO DE TAUÁ E NA REGIÃO DOS INHAMUNS, NO INTERIOR DO CEARÁ..

 





























Sob a Direção de Sérgio Segismundo, Produção de Nícolas Oliveira e Produção Executiva de Taynária Romão foi lançado oficialmente o pequeno documentário MONSTROS DO BARRO VERMELHO reforçando a tese dos pesquisadores da área da Paleontologia da presença de ANIMAIS GIGANTES da MEGAFAUNA no Município de Tauá e na Região dos Inhamuns no interior do Ceará.

Graças a extraordinária visão do pesquisador Joaquim de Castro Feitosa, fundador da Fundação Bernardo Feitosa mantenedora do MUSEU REGIONAL DOS INHAMUNS, que Tauá entrou para o noticiário no cenário nacional, foi dele os esforços para o estudo e descoberta desses animais que intrigam a inteligência humana e a ele os méritos por Tauá através do Museu Regional dos Inhamuns, guardar um ACERVO NACIONAL e milhares de fragmentos e ossos fossilizados desses animais que chama a atenção dos estudiosos da Paleontologia e historiadores.

Sérgio Segismundo, o DIRETOR, afirmou ao blog do Amaury Alencar e o site Matheus Repórter Cariri, que o documentário surgiu a partir do conhecimento do vasto acervo sob a guarda do Museu Regional dos Inhamuns, do farto material educativo e jornalístico sobre esses animais. O apoio da Fundação Bernardo Feitosa-FBF foi crucial para o êxito da finalização do projeto com a participação da Secretária do Museu Salete Vale.

A abertura do documentário ficou a cargo do Profº João Álcimo Viana atual Secretário da Educação do Município de Tauá, que é historiador e também um estudioso de casos dessa natureza, sendo que a sua participação foi decisiva para tornar o Município de Tauá num referencial das Ciências Paleontológicas e Arqueológicas, sempre apoiou a causa, foi a campo com pesquisadores e com alunos da UECE/Campus Tauá, para reforçar as teses estudadas.

Outra participação de peso foi a do Paleontólogo ARTUR ANDRADE da Agência Nacional de Mineração - ANM, que por diversas vezes esteve nos Sítios Paleontológicos de Tauá fazendo escavações, retirando materiais fossilizados dos Animais da Megafauna dos tanques, fotografando e  georreferenciando as áreas das ocorrências, trabalhando a Educação Ambiental, sensibilizando a população e participando de programas educativos nos meios de comunicação, a contribuição desse profissional coroou de êxito vários trabalhos no Município, ele ao lado da ambientalista e pesquisadora Maria Dolores de Andrade Feitosa, viúva do Pai da Caatinga Joaquim de Castro Feitosa, são REFERÊNCIA nesses estudos na Região dos Inhamuns.

O professor e historiador Robson Cavalcante dá seu depoimento e sua contribuição ao lado do Sr. HERMÍNIO dono do Sítio Caldeirões no perímetro irrigado do DNOCS onde estão estas ocorrência, ele tem sido um amigo da Ciência e do Meio Ambiente e graças a sua sensibilidade contribuiu para aumentar os acervos paleontológicos e arqueológicos no município de Tauá. Outra boa participação é do Euclides conhecido popularmente como ZUCRI, ele foi fundamental na condução de vários pesquisadores e repórteres para essas áreas de pesquisas.

Outra participação é a do ambientalista Jorge de Moura, foi responsável pelo trabalho de divulgação a nível estadual e nacional do potencial do município nas áreas do Turismo Científico e Cultural nos anos 2001/2016, acompanhou o pesquisador Joaquim de Castro Feitosa do qual se tornou discípulo e outros estudiosos de renome dessa jornada vitoriosa,  teve participação ativa nas realizações dos dois workshop sobre turismo científico e do 2º Encontro Nordestino de Museus realizados em Tauá. Sempre ao lado de Maria Dolores de Andrade Feitosa e Fátima Feitosa trabalharam a mesma causa em prol dos Inhamuns e de Tauá.

O diretor do documentário Sérgio Segismundo afirmou que foi graças a Lei Federal Aldir Blanc através do Edital de Incentivo às Artes e a Cultura que possibilitou esse documentário que teve apoio do Governo do estado através da Secretaria da Cultura e Prefeitura de Tauá através da Casa Criativa que forneceu recursos para montagem de cenário. Ele se diz feliz pelo dever cumprido, o vídeo com o resultado do projeto está disponibilizado no YOUTUBE à disposição dos internautas. 
E por fim, agradeço a todos que estiveram de mãos dadas com esse projeto e que foi possível ver sua finalização com êxito. É esta a minha e a nossa preocupação para com a grandeza da História de Tauá e dos Inhamuns, finalizou eufórico 
Sérgio Segismundo, o DIRETOR.