terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

Gastos com passagens registrados pela OAB-CE, chama atenção de advogados

 











Advogados cearenses vasculhando as contas da atual direção da Ordem dos Advogados do Brasil – secção CE, descobriram no site da entidade (https://oabce.org.br/wp-content/uploads/2021/01/DESPESA-JAN-A-NOV-2020.pdf), que em pleno ano de pandemia, em 2020, foram gastos mais de R$ 92.000,00 com passagens e hospedagens, quando a instituição passou grande parte do ano fechada, tendo o Ceará sido um dos primeiros estados da federação a sofrer com os altos índices de contaminação na pandemia pelo novo coronavírus, inclusive, com um rigoroso decreto do governador Camilo Santana, impondo restrições ao funcionamento normal de várias atividades.

Segundo alguns adversários dos atuais dirigentes da OAB cearense, mesmo com advogados passando grave necessidade financeira, a entidade ainda se ocupou de comprar uma luxuosa camioneta Hilux, zero km, para atender às necessidades do presidente estadual, Erinaldo Dantas.

Não é à toa que constantemente volta à pauta a questão do controle dos gastos da entidade pelo Tribunal de Contas da União, que através do acórdão 1.114/2018-TCU-Plenário estabeleceu tal obrigação, suspensa por uma liminar concedida pela ministra Rosa Weber do Supremo Tribunal Federal – STF, nos autos do Mandado de Segurança (MS) 36376, interposto pelo Conselho Federal, dizem os opositores de Erinaldo.


      Jornalista Edson Silva 

Nenhum comentário:

Postar um comentário