terça-feira, 17 de novembro de 2020

Chefe de grupo criminoso do Maciço de Baturité fazendo compra de votos

 

1_whatsapp_image_2020_11_17_at_10_59_17-14103566
Os agentes de segurança encontraram telefones celulares, cadernos com anotações bancárias e cartões e extratos bancários em nome de terceiros. (Foto: Angélica Feitosa)

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) prendeu um homem suspeito de chefiar grupo criminoso atuante no Maciço de Baturité. De acordo com a Polícia, o suspeito é um ex fuzileiro naval e estudante de Direito chamado Bruno Rafael Nascimento Leandro, de 30 anos, também conhecido como Rafael Finim. Ele foi preso enquanto fazia compra de votos ao lado Jorge Souza de Farias, também detido. No veículo onde a dupla estava, a Polícia encontrou R$2,2 mil (em notas de R$ 100 e R$50), cadernos de anotações sobre agiotagem, cartões e extratos bancários no nome de terceiros.

Rafael Finim já responde por homicídio, roubo, associação criminosa e porte e posse ilegal de arma de fogo. Ele figura como réu pela prática de crimes praticados com violência ou grave ameaça à pessoa. Sua prisão aconteceu durante operações da Polícia Civil no domingo, 15. De acordo com relatório da Secretaria da Segurança Pública do Estado do Ceará (SSPDS), ele já vinha sendo acompanhado pela Delegacia de Repressão às Organizações Criminosas, pois estaria ocupando a chefia da organização com atuação nas cidades de Redenção, Acarape e Barreira. 

Além de Rafael, foi preso também Jorge Souza de Farias. As respectivas prisões foram convertidas de flagrante para preventiva nesta segunda-feira, 16. No dia da captura, a Polícia Civil acompanhou a dupla enquanto faziam entregas em um Corolla branco, em Redenção. De acordo com a SSPDS, Rafel é "velho conhecido da Polícia"

    

( O povo) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário