quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Um mês após reabertura, número de visitantes na estátua do Padre Cícero é quase 10 vezes menor

 O principal cartão-postal de Juazeiro do Norte tinha, antes da pandemia, média diária de 3 a 5 mil visitantes - Agora, gira em torno de 200 a 300 pessoas - A queda gerou impacto financeiro



horto
Número de visitante tem impacto a renda de ambulantes

Após pouco mais de um mês de sua reabertura para visitação, a Colina do Horto, em Juazeiro do Norte, onde está erguida a estátua do Padre Cícero, registra um número de visitantes pelo menos dez vezes menor que o habitual. Desde o último dia 16 de setembro, quando o acesso foi permitido, a média diária, segundo o grupo Salesiano, gestor do lugar, passou a ser entre 200 a 300 pessoas. Antes da pandemia da Covid-19, a frequência diária variava entre 3 mil a 5 mil visitantes. Em época de romaria, chega a 15 mil. A queda trouxe impacto financeiro a ambulantes e ao próprio grupo que administra o local.  
Principal cartão-postal de Juazeiro do Norte, recebendo anualmente 2 milhões de visitantes, o Horto foi fechado no mês março para visitação, atendendo as medidas sanitárias por decorrência da pandemia. Em abril, por exemplo, foram colocadas grades para impedir a entrada de fiéis durante a Semana Santa. Agora, após a reabertura, há controle de visitantes com avaliação de temperatura na entrada. O acesso funciona de 7h às 12h e de 14h às 17h, mas sem as chamadas "caravanas", que reúne dezenas de romeiros.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário