segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Candidatura de Heitor Freire muda cenário da eleição em Fortaleza

 D0872E57-0C1E-4669-A2E6-104A7C2A46CC





A direção nacional do PSL decidiu lançar o deputado federal Heitor Freire, candidato a prefeito de Fortaleza. Sua pré-candidatura se desenvolvia de forma tímida. Agora, Freire terá o respaldo do comando nacional do PSL e poderá usar a marca da direita e do governo Bolsonaro na sua campanha.

Aqui, nesse espaço , escrevi várias vezes sobre esse novo passo na carreira política de Heitor Freire, um homem que, sozinho, construiu o PSL no Ceará e carregou a candidatura Bolsonaro com poucos recursos. Foi, também, Heitor Freire o responsável por filiações vitoriosas nas urnas. Os deputados André Fernandes e delegado Cavalcante, por exemplo, foram eleitos na onda Bolsonaro.

O deputado Luciano Bivar, presidente nacional do PSL, virá à Fortaleza prestigiar a convenção que irá homologar a candidatura de Heitor Freire à Prefeitura e a chapa de vereadores de direita na capital cearense.

Mas, o que muda na campanha eleitoral da cidade? Muda muito. O deputado Heitor Freire vai poder usar a marca Bolsonaro. Expor as ações do governo de direita, o Auxílio Emergencial e a Transposição do Rio São Francisco. São exemplos. Freire, também, poderá carrear para sua candidatura o apoio dos eleitores conservadores.

Na política, antes do dia da eleição, é comum se afirmar que todos têm chance. Com Freire, não será diferente. O PSL tem bom tempo de rádio e TV, bom recurso do Fundo Eleitoral e sua candidatura estará linkada ao presidente Bolsonaro. Impulsionado pelo Auxílio Emergencial, ele deu uma virada no mandato e, talvez, possa transferir votos para seu homem número 1, Heitor Freire. 


( Roberto Moreira ) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário