quarta-feira, 29 de julho de 2020

Antonina do Norte: Orlando Rufino assumirá Prefeitura sexta-feira




Por conta da interrupção do mandato do atual prefeito, Evandro Arrais e pela ausência do vice-prefeito eleito, Eron Matos, que faleceu no início da gestão, assumirá o comando do Executivo daquele Município o presidente da Câmara Municipal Orlando de Oliveira Morais, conhecido na comunidade antoninense por Orlando Rufino, filiado ao PSD. A solenidade de posse está marcada para as 16 horas do dia 31, sexta-feira, na sede do Poder Legislativo, em sessão extraordinária, convocada com esta finalidade. 
                                           Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará ...

No entanto, se Evandro Arrais conseguir a sua permanência no Paço Municipal por força da concessão de uma liminar requerida por seus advogados, a posse de Orlando Rufino será suspensa.  
                                 Pousadas em Antonina do Norte, Hotéis em Antonina do Norte - CE ...
                                  Foto > férias tur. com 

Mesmo diante de uma situação atípica, em Antonina do Norte o clima é de tranquilidade, sem registro de fato estranho ao bom comportamento da população ali residente. A não ser para o próprio vereador Orlando Rufino, que viu de uma hora para outra, uma grande reviravolta na sua carreira política, isso porque, o seu desejo era concorrer mais uma vez à vereança e já se apresentava como pré-candidato pelo PSD, agremiação na qual é filiado. 
A reportagem do Blog do Amaury Alencar esteve naquela cidade do Cariri Oeste e conversou com o vereador Orlando Rufino, que poderá assumir a Prefeitura na próxima sexta-feira.  
- Como o senhor analisa este momento no seu Município? 
Orlando Rufino – Com muita preocupação. Eu sou um político, digo isso sem demagogia, que pensa primeiro no seu Município, no seu povo, que é uma obrigação de quem se elege a um cargo público. Por isso eu não desejo que aconteça qualquer fato estranho na administração, seja ela capitaneada por meus correligionários ou meus adversários. Porque eu penso primeiro no povo que é quem sai perdendo nessa história. Infelizmente, fatos assim acontecem. Eu não entro no mérito da questão, foi uma decisão judicial. Mas, sabemos que não é coisa agradável. 
- E sobre o seu futuro político que está em jogo? Como se situa o senhor  sobre este problema ao tomar posse como prefeito? 
Rufino – Muitos amigos e apoiadores do meu projeto parlamentar me procuraram preocupados. Alguns se posicionaram até contra eu assumir ao cargo de prefeito e até com razão. Alegavam que a minha candidatura a reeleição ficaria comprometida. Então eu pensei: ‘o bom mesmo seria que o prefeito voltasse ao seu posto e terminasse o seu mandato’. Mas, isso não ocorrendo, também não vou me achar no direito de transferir para os outros uma responsabilidade que chega às minhas mãos. Os antoninenses me elegeram para representá-los porque confiam em mim. Não tomar posse seria até uma atitude covarde da minha parte, porque eu não estaria pensando no Município, e sim: em mim, no meu projeto político particular. Sabendo quem eu sou, jamais iria dormir tranquilo ao fugir do dever que me espera. E sobre o meu futuro, está ele nas mãos de Deus e do povo antoninenses.  
- E assumindo, quais os primeiros passos? 
Orlando Rufino – Eu vou me reunir com as secretarias para conhecer cada uma delas sobre os serviços prestados à população. E na próxima semana, irei a Fortaleza acompanhado de 5 vereadores para conversar com o presidente do meu partido Domingos Filho e o deputado estadual Fernando Santana, que foi votado aqui no Município. Levaremos algumas demandas e cobraremos empenho para que elas sejam atendidas.  
- Alguma mensagem? 
Rufino – A minha mensagem é mais para pedir ao povo a colaborar comigo nesta tarefa de gestor. Eu vou viver uma nova realidade. A Prefeitura envolve muitas coisas entre ações e problemas. Como vereador eu tenho uma visão ampla da Gestão, mas o dia-a-dia é muito diferente. Mesmo que eu esteja preparado para assumir ao cargo, mas eu não tenho conhecimento do cotidiano da Gestão. Quero a compreensão e as sugestões da população e a colaboração dos funcionários para que rapidamente acertemos o passo e a gestão flua normalmente, sem atrasos e sem prejuízos” concluiu.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário