terça-feira, 30 de junho de 2020

MPCE aprofunda investigação em colégios e universidades do Cariri contra pedofilia


Agrande repercussão das denúncias expostas no Twitter, através das hashtags #ExposedFortal e #ExposedSobral, acabaram pressionado as investigações do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) nos casos do Cariri, denunciados na #ExposedCariri. As hashtags trazem, além de exposição de fotos íntimas de adolescentes, denúncias de estupro de vulnerável e assédio sexual.



No Cariri, a investigação foi aberta em 4 de junho, a pedido dos promotores Leonardo Marinho, André Simões e Flávio Corte (12ª, 4ª e 13ª promotorias), que solicitaram abertura de inquérito policial pela Delegacia de Defesa da Mulher de Juazeiro do Norte. São investigadas mais de 500 denúncias envolvendo estudantes, professores e empresários.

  Jornal do Cariri 

Nenhum comentário:

Postar um comentário