quarta-feira, 24 de junho de 2020

Bolsonaro pediu propostas para retomada de escolas

Cotado para assumir o Ministério da Educação, o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, disse à reportagem que se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na manhã dessa terça (23) por mais de uma hora e foi questionado sobre planos para a pasta, como por exemplo, sugestões de como o governo poderia lidar com a reabertura das escolas.
 De acordo com Feder, no encontro, porém, o presidente não oficializou o convite para que ele comande a pasta. Segundo o secretário de Educação, a conversa foi técnica e tratou de medida que o MEC poderia tomar para apoiar os estados e municípios em políticas para a educação e perspectivas para a retomada das aulas presenciais nas escolas. “Não houve convite. Depois de mais ou menos uma hora de conversa, ele disse muito obrigado, gostei da conversa e ficou de fazer as análises”, contou.

Feder é um dos nomes mais cotados para substituir Abraham Weintraub no cargo. Ele tem apoios importantes no governo, como o do ministro Fábio Faria (Comunicações). Além disso, conta com o respaldo de empresários, como Meyer Nigri, dono da Tecnisa, aliado de Bolsonaro. O governador do Paraná, Ratinho Júnior, do PSD, como Faria, também apoia a migração do secretário para o ministério.

Nenhum comentário:

Postar um comentário