quarta-feira, 27 de maio de 2020

Imagem de santa é alvo de vandalismo durante a madrugada em Limoeiro do Norte

Imagem de Nossa Senhora da Conceição fica na praça do BNB e pode ter sido alvo de vandalismo (Foto: reprodução)
A Paróquia e a Secretaria de Infraestrutura da cidade de Limoeiro do Norte estão investigando um ato de vandalismo contra uma imagem de Nossa Senhora da Conceição, padroeira do Município. A santa foi derrubada do pilar onde estava fixada, na praça do BNB e amanheceu retrocida. A cena deixou os limoeirenses perplexos.

De acordo com as informações colhidas pela Polícia da cidade, a principal suspeita é que a imagem da santa tenha sido vítima de uma ação de vândalos, praticada durante a madrugada desta terça-feira (26). Como fica fixada em uma praça no Centro de Limoeiro do Norte, há várias câmeras instaladas na frente de lojas. A Polícia deve usar as imagens captadas destes estabelecimentos durante a madrugada para apurar o crime.

Nossa Senhora da Conceição é padroeira do Município que fica na região jaguaribana do estado. Nesta manhã, funcionários da prefeitura fizeram uma vistoria no local junto com o padre Leandro, da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição. As equipes tentam reparar os danos e buscam fixar novamente a santa no local onde ela permanecia, desde 2007 quando a praça foi reinaugurada.

Nas redes sociais, a imagem da santa caída repercute esta manhã em Limoeiro do Norte e causa comoção aos fiéis e a população em geral. Nas redes sociais, muitos cobraram punição aos autores. “Providências devem ser tomadas! isso é um absurdo”, disse um internauta. Outro comentário, de cunho mais religioso, dizia: “Falta de respeito. Nossa Senhora é uma intercessora. Se não acredita, pelo menos respeite-a”. Uma outra internauta ainda relacionou esse tipo de ação aos tempos atuais. “Por essas e outras que estamos passando pelos castigos da vida”.

De acordo com o Artigo 208 do Código Penal “Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou pratica de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso” prevê multa e detenção de um mês a até um ano. Se houver emprego de violência, a pena é aumentada um terço. A própria Constituição Federal, em seu Artigo 5, afirma que ” é inviolável a liberdade de consciência religiosa e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias”.

A Paróquia Nossa Senhora da Conceição e a Diocese de Limoeiro do Norte ainda não se pronunciaram oficialmente sobre o ato. A prefeitura de Limoeiro do Norte também não se manifestou sobre o assunto


Revista Central 

Nenhum comentário:

Postar um comentário